Atletas e Paratletas da Ateneu retornam vitoriosos do Pan Americano Universitário

Atletas e Paratletas da Faculdade Ateneu subiram ao pódio representando o estado
Atletas e Paratletas da Faculdade Ateneu subiram ao pódio representando o estado.

Cinco alunos da Faculdade Ateneu, entre atletas e paratletas, participaram da primeira edição dos Jogos Pan Americanos – Fisu America Games 2018. A competição, realizada no Centro de Treinamento Paraolímpico e no Centro de Práticas Esportivas da Universidade de São Paulo (USP), na capital paulista, reuniu cerca de mil e quinhentas (1500) pessoas, entre atletas e delegações, representando 12 países.

Representando o estado e a Faculdade Ateneu estiveram os atletas Rodrigo Abner Menezes, Erika Moraes e Emília Lopes, disputando no Judô; e os paratletas Shirley Cátia e Jonny Paiva, competindo no atletismo.

A competição foi passando e os resultados vieram, todos os atletas e paratletas cearense conseguiram subir ao pódio. No atletismo, Shirley Cátia sagrou-se vice-campeã no arremesso de dardo e de peso, além de garantir o bronze no lançamento de disco, enquanto Jonny Paiva foi vice-campeão no salto em altura e medalha de bronze no lançamento de dardo.

No Judô, modalidade em que os brasileiros possuem muita tradição, Rodrigo Abner foi campeão por equipe e vice-campeão na categoria individual. Já Erika Moraes conquistou o ouro tanto na disputa por equipe, como na individual. Emília Lopes também foi campeã por equipe, além de ter ganho o bronze na competição individual.

“Chegar a esse resultado foi um processo árduo, muito treinamento e abdicação de muita coisa, mas eu estava tão focada, que não me importava de trocar o tempo livre e as saídas com os amigos por treinamentos e mais treinamentos. No final valeu muito à pena! Fiz lutas duras contra atletas do México e da Argentina, mas consegui vencê-las. Agora meu foco é na final dos Jogos Universitários Brasileiros. Tenho tempo para aprimorar muita coisa e fazer ainda melhor”, declarou Érika, que competiu na categoria até 70 kg.

 

atletas-e-paratletas-ateneu-pan-americano-universitario-2

Os Jogos foram bastante especiais para um novato em competições internacionais, essa foi a primeira de Rodrigo Abner, que competiu na categoria até 81 kg, mas isso não o deixou intimidado, e ele ainda sonha mais alto. “A competição foi linda, com uma belíssima estrutura. Essa foi minha primeira competição internacional, então era tudo muito novo. Fiquei feliz com meu resultado, mas não inteiramente satisfeito, pois eu me preparei muito e acredito que poderia ter conquistado o ouro, mas isso não vai me abater. O foco agora é corrigir meus erros e disputar a final do JUBs, que é uma competição que pode me levar à seletiva olímpica no final do ano”.

O foco dos atletas está, de fato, na fase final dos Jogos Universitários Brasileiros, que ocorre em novembro, na cidade de Maringá, Paraná. “A competição foi muito boa e eu adorei a união da nossa seleção! Fiz lutas fortíssimas, mas acabei falhando em alguns momentos, o que me custou uma disputa na final individual, mas estou muito feliz, volto com o bronze no pescoço e muito foco para corrigir meus erros e vencer na final do JUBs”, disse Emília, que participou na categoria até 48 kg.

O Judô da Faculdade Ateneu obteve grande destaque na competição, todos os atletas subiram ao pódio, tanto na categoria individual, como por equipe. E os paratletas não ficaram para trás, os dois competidores conquistaram grandes resultados em várias modalidades do paratletismo.

Se o nervosismo de estreia em competições internacionais apareceu no judô, no paratletismo ele também se fez presente, mas como no caso de Abner, esse sentimento foi vencido. “Quando eu fui selecionada para a competição eu fiquei muito ansiosa, seria minha primeira competição internacional. Fico muito feliz de ter participado da primeira edição dos Jogos Pan Americanos, ficarei na história do esporte e ainda com medalhas”, disse Shirley, que se surpreendeu com seu resultado. “Eu não esperava esses resultados, melhorei muito minhas marcas durante a competição e ainda alcancei o índice para a fase final do JUBs. As medalhas foram maravilhosas, mas ter alcançado o índice para a final foi ainda melhor, vou poder representar a Ateneu e o Ceará nesse novo desafio e farei o meu melhor ”.

 

atletas-e-paratletas-ateneu-pan-americano-universitario-3

A experiência de uma competição internacional é vantajosa não apenas no quesito esportivo, para esses atletas, que também são universitários, a troca de experiências com outros futuros profissionais de outros países os capacita ainda mais em seus currículos. Para Jonny Paiva, esse elemento foi mais um para deixar guardado na memória. “Foi tudo maravilhoso, recebi a notícia de que iria figurar a equipe brasileira nos Jogos ainda em 2017. A emoção foi muito grande, estaria representando meu Estado e minha faculdade em minha primeira participação internacional. O que mais me incomodou foi o frio, mas o calor da torcida me fez esquecer isso e conseguir meus resultados, como o índice para a final do JUBs. Outra coisa muito importante foi a troca de experiências, a Ateneu conseguiu me proporcionar isso. Pude rever velhos amigos de outras competições e conhecer gente nova, praticando as línguas estrangeiras. Foi um mini intercâmbio sem sair do Brasil”, conta Jonny com um sorriso no rosto.

Para a gestão de esportes da Faculdade Ateneu, o mais importante é conseguir revelar grandes atletas e que possuem chances reais de levar o nome do Estado e do país para fora. Segundo Eliatriz Almeida, gestora de esportes da faculdade, “é muito gratificante ver que os esforços da faculdade, dos treinadores e dos atletas estão trazendo tantos resultados, pois é possível ver que nossas modalidades estão avançando, tanto no cenário cearense, como no nacional, e agora mundialmente também. Isso nos deixa sempre motivados a trabalhar ainda mais duro para, não apenas aprimorar as habilidades dos nossos atuais atletas, mas buscar revelar mais talentos para o mundo esportivo e mudar a realidade da sociedade através do esporte”.